Abandonar a “Zona de Conforto”

Pergunta: Depois de uma relação muito conflituosa finalmente me separei e não voltei a ter um par, também deixei de ver parte da minha família e amigos com quem eu tinha relações tóxicas, e felizmente alcancei a independência econômica razão pela qual pude deixar meu trabalho em relação de dependência. Foram dadas as condições para poder viver em equilíbrio e harmonia, no entanto, não estou feliz. Como posso encontrar o bem-estar que desejo?

Permanentemente a vida nos apresenta novos desafios que nos obrigam a aprender e evoluir. O processo não costuma ser agradável já que estas situações normalmente se apresentam como problemas ou conflitos e quase sempre nos provocam algum grau de mal-estar. Por isso, às vezes, elegemos uma estratégia diferente: tomar distância do que nos provoca dor e nos isolarmos, evitando enfrentar os problemas nos mantendo num entorno conhecido, a “zona de conforto”, ainda que esta atitude tem também um custo.

Aqui um vídeo muito original sobre como tornar nossos sonhos realidade, que descreve com toda clareza em que consiste a zona de conforto, onde às vezes nos refugiamos ainda que não possamos ser precisamente felizes ali.

Como sempre, há uma clara relação entre custos e benefícios. Quando decidimos avançar e enfrentar as situações novas, quando desenvolvemos novas qualidades e crescemos, ou seja, quando abandonamos nossa zona de conforto, então, recebemos a recompensa de uma melhor qualidade de vida e de um maior bem-estar… e vemos que nossos sonhos realmente começam a se tornar realidade.

Axel Piskulic

Tradução de Ana Lúcia de Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *