Ame-se

Querer-nos nos faz bem, nos faz felizes. E é o melhor presente que podemos oferecer aos outros...

separador

Talvez o seguinte vídeo não deveria estar num site como este. Mas me chamou a atenção e é muito breve… e me vieram algumas reflexões para compartilhar…

Curta-metragem “Parallel Parking” (Estacionamento paralelo), de Agile Films.

Aqui vão as reflexões, as primeiras de brincadeiras e as últimas a sério:

1 – Nem sempre é uma boa ideia sair com o carro. Às vezes pode nos gerar inesperados inconvenientes e nos provocar sérias dores de cabeça.

2 – Cuidado com alguns alimentos: podem ser perigosos! No geral o gostoso não é de todo bom para a saúde. O vídeo é especialmente claro sobre o presunto: pode ser um alimento muito pesado!

3 – Agora falando sério: Não podemos saber o que passará no próximo instante. Isto é assim também na vida real. Não é que exista a possibilidade de que nos caia do céu um presunto gigante. Mas coisas dramáticas e inesperadas podem nos acontecer em apenas um instante, de um momento a outro. Tudo aquilo que planejamos fazer algum dia, todas essas coisas que gostaríamos de fazer e ainda continuamos postergando, talvez deveríamos fazê-las já (agora, hoje, esta semana…).

Uma mulher preocupada

4 – Se a Lei da Atração realmente funciona, melhor não andar pensando todo o tempo em presuntos gigantes que caem do céu. É uma brincadeira, ninguém vai pela vida pensando nisso… mas muitas vezes coisas que provavelmente nunca acontecerão nos preocupam. E vamos nos angustiando, pensando nessas coisas que tememos que nos aconteçam. Isto claramente tem consequências negativas. De um lado nosso organismo não distingue entre a angustia causada por um problema real da que nos provocamos ao nos preocuparmos: ambas são igualmente prejudiciais. E de outro lado parece ser que a Lei da Atração sim funciona. Então, viver preocupados nos trará, mais cedo ou mais tarde, verdadeiros problemas que justifiquem nosso mal-estar.

É possível olhar esta imagem e não pensar que o gato pode cair?

Clique sobre a imagem para ampliá-la

Um gato se equilibrando numa sacada, muito relaxado.

Se o gato compartilhasse nossos temores talvez tivesse caído…

Como usar as Afirmações Positivas?

Em todo momento estamos atraindo as nossas vidas o tipo de situações que reforçam nossos pensamentos mais frequentes. Então é muito importante nos exercitarmos para desenvolver hábitos de pensamento que melhorem nossa qualidade de vida. E as afirmações positivas são uma ferramenta muito valiosa para consegui-lo.

A ideia é enfocar-se num aspecto de nossa vida com o que não nos sentimos conformes e redatar uma frase breve que descreva o estado que gostaríamos de alcançar. A frase deve estar formulada com termos positivos e no tempo presente.

O seguinte vídeo (muito bom!) nos mostra exemplos de afirmações positivas.

“The Secret to You” (O segredo para você).
Um bom livro: 'Você pode curar sua vida', de Louise L. Hay

Para saber mais sobre as firmações positivas lhe recomendo o livro “Você pode curar sua vida”, de Louise L. Hay, que desenvolve o tema em profundidade. É um livro muito simples e cheio de exemplos práticos que podem aplicar-se imediatamente.

As afirmações positivas devem ser praticadas com frequência. Podem repetir-se “mentalmente”, pronunciar em voz alta ou escrever em um caderno. Mas o mais importante é imaginar que o que estamos dizendo é real, que o que desejamos alcançar já forma parte das nossas vidas.

É muito frequente que se manifestem, então, algumas crenças que estão em conflito com a afirmação que estamos praticando. Podemos assim observar como atuam essas resistências em nós, fazendo-as cada vez mais conscientes. Este processo debilita essas crenças negativas até que são definitivamente substituídas pelos novos “padrões” que introduzimos com as afirmações positivas.

Axel Piskulic

Tradução de Ana Lúcia de Melo
Desenho de uma menina melancólica, com pássaros (Título: Crows, Autor: Nicoletta Ceccoli)

As afirmações positivas nos ajudam a nos liberar das velhas crenças com as que construímos nossa realidade…

A ilustração é de Nicoletta Ceccoli

Compartilhar este artigo no Google +

Se você gostou deste artigo, por favor...

Não se vá sem compartilhá-lo no Facebook, Twitter ou Google+

Não se vá sem deixar seu comentário

Não se vá sem se inscrever grátis por e-mail... Obrigado!

line