Ame-se

Querer-nos nos faz bem, nos faz felizes. E é o melhor presente que podemos oferecer aos outros...

separador

Nossos pensamentos se sucedem uns aos outros sem descanso, e isso nos parece natural porque acreditamos ser esse que pensa. Mas por meio da meditação podemos tomar distância e observar o discurso dessa infatigável voz interior que vai recitando os pensamentos, comprovando que na realidade não somos essa voz, rompendo assim o “encantamento” ao que normalmente nos tem submetidos e alcançando estados de maior consciência e paz interior.

Um excelente vídeo sobre o poder da meditação para nos reconciliarmos com esse diálogo interno que nunca cessa…

Axel Piskulic

Curta-metragem “A mosca”, de Hanjin Song. A frase em Inglês no início do vídeo diz “Mude seus pensamentos e você mudará seu mundo” (Norman Vincent Peale).

Sobre os pensamentos, por OSHO

Foto de Osho

Na realidade a mente não existe. A mente é só uma aparência. E quando você se aprofunda na mente, ela desaparece. Só existem os pensamentos movendo-se com tanta velocidade que lhe fazem pensar e sentir que ali há algo que existe em todo momento. Um pensamento chega, outro pensamento chega, e outro e assim segue. A separação é tão pequena que você não pode distinguir o espaço entre um pensamento e outro. Desse modo, os pensamentos se unem, se transformam num contínuo, e devido a essa continuidade você acredita que existe a mente. Existem pensamentos, mas não mente, da mesma forma que existem elétrons, não matéria. O pensamento é o elétron da mente. É a mesma coisa que uma multidão, ela existe em certo sentido e não existe em outro, só existem indivíduos. Mas muitos indivíduos juntos dão a sensação de uma coisa diferente, independente: uma multidão.

Imagem de uma mulher liberando-se de suas ataduras.

Os pensamentos são como as nuvens, vêm e vão, e você é o céu. Quando deixa de haver mente imediatamente lhe chega a percepção de que você deixou de estar imerso nos pensamentos. Os pensamentos estão aí, passando através de você como as nuvens cruzam o céu. Os pensamentos passam através de você, e são capazes de fazê-lo porque você é um imenso vazio.

A mente é a ausência da sua presença. Quando você se senta em silêncio, quando observa profundamente a mente, a mente simplesmente desaparece. Ficam os pensamentos, existem, mas você não pode encontrar a mente. Mas quando a mente desapareceu, você pode ver que os pensamentos não são seus. Efetivamente virão e às vezes ficarão um momento com você, e depois desaparecerão. Você pode se converter no seu lugar de descanso, mas eles não são criados por você. Nem um só pensamento surge do seu ser, sempre procedem do exterior. Não lhe pertencem, são sem lar, sem raízes, mas às vezes descansam em você, isso é tudo.

Os pensamentos são como uma nuvem descansando sobre uma colina. Então se vão por si mesmos, você não precisa fazer nada. Se simplesmente observa, sem julgar, criticar ou comentar, você obtém o controle.

OSHO

Sobre as técnicas de meditação de Osho

Tradução de Ana Lúcia de Melo
Compartilhar este artigo no Google +

Se você gostou deste artigo, por favor...

Não se vá sem compartilhá-lo no Facebook, Twitter ou Google+

Não se vá sem deixar seu comentário

Não se vá sem se inscrever grátis por e-mail... Obrigado!

line