Ame-se

Querer-nos nos faz bem, nos faz felizes. E é o melhor presente que podemos oferecer aos outros...

separador

PERDOAR É IMPOSSÍVEL QUANDO…

…confiamos nas nossas emoções negativas, que nos mostram o outro como responsável pela nossa dor.

…sentimos que a única solução aceitável de um conflito ou de qualquer situação que nos provoca dor ou angustia é que ocorra um certo acontecimento externo, e não uma profunda mudança na nossa interpretação do que está acontecendo.

…ainda experimentamos a dor provocada por uma ofensa.

Desenho de um homem e de uma mulher distanciados, em mundos diferentes (Título: Together, Autor: Pete Revonkorpi)
A ilustração é de Pete Revonkorpi

MAS PERDOAR É FÁCIL QUANDO…

…compreendemos que só nossas emoções e as atitudes que temos por nós mesmos nos podem causar dor, e não os conflitos, as perdas, etc.

…nos amamos incondicionalmente, ou seja, quando nos amamos qualquer que seja nosso desempenho, qualquer que seja a nossa limitação que fique exposta, qualquer que seja o desenlace da situação na que estamos envolvidos.

…nos damos conta de que realmente não há ofensas, nem perdas, nem conflitos. Quando compreendemos que nossa felicidade e plenitude não dependem dos acontecimentos externos, mas sim que é ao contrário: os acontecimentos externos só refletem a profundidade do amor que sentimos por nós mesmos.

Axel Piskulic

Tradução de Ana Lúcia de Melo
Compartilhar este artigo no Google +

Se você gostou deste artigo, por favor...

Não se vá sem compartilhá-lo no Facebook, Twitter ou Google+

Não se vá sem deixar seu comentário

Não se vá sem se inscrever grátis por e-mail... Obrigado!

line