Ame-se

Querer-nos nos faz bem, nos faz felizes. E é o melhor presente que podemos oferecer aos outros...

separador

Cada momento é uma oportunidade de viver uma experiência agradável, única e muito valiosa. Podemos vivê-lo mecanicamente, distraídos, pensando em outra coisa (sempre relacionada com o passado ou o futuro, muitas vezes desagradável ou preocupante), ou podemos experimentá-lo plenamente, sendo conscientes do que estamos fazendo, de cada movimento, de cada sensação.

Cada momento assim vivido, com total plenitude, é uma experiência agradável, que nos conecta com nós mesmos e com a realidade, que nos relaciona de maneira positiva e autêntica com os demais, que nos permite aumentar nosso nível de autoestima. É um instante que podemos atesourar como quem guarda uma moeda num cofrinho. Cada moeda, por modesto que seja seu valor, é um aporte positivo que se acumula junto com todos os que já fizemos, e quem tenha a vontade de acumular essas moedas durante um tempo suficientemente longo, finalmente se surpreenderá de ter podido reunir uma soma maior do que imaginava.

Um cofrinho em forma de porquinho

Ás vezes, podemos desanimar porque as coisas não saem como esperamos, porque não estamos conformes com nossas circunstâncias, porque não nos sentimos plenamente felizes… E o fato de que em termos gerais a vida não pareça preencher todas as nossas expectativas nos faz perder de vista que sempre podemos desfrutar do momento presente. Quase sem exceções cada momento encerra elementos maravilhosos dos que podemos desfrutar… ainda que seja só durante breves instantes nos quais sejamos capazes de sustentar nossa atenção e apreciar o bom ao nosso redor.

Igual como com as moedas, cada momento de consciência plena que pudermos atesourar, que pudermos resgatar entre as longas horas que passamos habitualmente distraídos, vivendo de maneira mecânica, é um episódio positivo que incrementa nossa autoestima, que se soma “a nosso favor” no momento de fazer qualquer balanço pessoal, seja ao longo do dia ou de nossa própria vida. Não importa que se trate só de breves instantes já que finalmente a soma de todos esses momentos fará uma diferença realmente valiosa a nosso favor.

Axel Piskulic

Como aumentar a autoestima

Viver o momento presente com plena consciência

Enriqueta e Fellini, quadrinhos do cartunista Liniers.

Podemos experimentar plenamente cada uma de nossas ações, levando-as ao término com completa consciência do que estamos fazendo, de maneira a ir acumulando a benéfica sensação de estar presentes, de desfrutar o estar plenamente vivos. Esta atitude nos ajudará a fortalecer a confiança em nós e em nossa realidade presente e favorecerá o aumento da nossa autoestima.

Qualquer atividade se pode realizar com a atenção colocada no nosso corpo, nos movimentos que realizamos, na respiração e na grande quantidade de informação que recebemos por meio dos sentidos e que, normalmente, passamos por cima por considerarmos insignificante, irrelevante…

Ao caminhar, por exemplo, podemos nos concentrar nos nossos movimentos, realizando-os de maneira “deliberada”, talvez com certa lentidão, de forma tal que não haja nada que seja “automático”, atentos a nossa respiração e a cada sensação ou impressão de nossos sentidos.

Seguramente, não poderemos sustentar esse nível de consciência mais além de uns momentos. Isso não importa, só estamos tratando de somar a maior quantidade desses momentos vividos plenamente, só estamos tratando de aprender a desfrutar do tesouro de plenitude, alegria e paz que encerra cada momento.

Axel

Enriqueta e Fellini, quadrinhos do cartunista Liniers.
Para visitar a página de Liniers, autor desses quadrinhos.
Tradução de Ana Lúcia de Melo
Compartilhar este artigo no Google +

Se você gostou deste artigo, por favor...

Não se vá sem compartilhá-lo no Facebook, Twitter ou Google+

Não se vá sem deixar seu comentário

Não se vá sem se inscrever grátis por e-mail... Obrigado!

line