Ame-se

Querer-nos nos faz bem, nos faz felizes. E é o melhor presente que podemos oferecer aos outros...

separador
Pensamentos

Os pensamentos são com as nuvens, vêm e vão, e você é o céu. Não deve fazer nada. Se simplesmente observa, sem julgar, criticar ou comentar, obtém o controle.

Osho

Faz algum tempo acreditava que “a chave” era se sentir bem, passasse o que passasse ao redor. Hoje a expressaria de uma maneira diferente: o segredo é se sentir bem, passe o que passe em nossa cabeça.

É que os que ofuscaram ao longo de tanto tempo o que poderia haver sido minha plena felicidade não foram na realidade os problemas ou os conflitos, mas sim só meus próprios pensamentos. Pensava e me repetia uma e outra vez que as coisas estavam mal, que deviam ser de outra maneira, e me preocupava imaginando que ainda poderiam piorar. Mas observando-o, objetivamente, nunca tive problemas muito sérios.

A novidade não foi descobrir que sou uma pessoa especialmente pessimista ou depressiva (não sou!). A verdadeira descoberta foi que o pensamento é essencialmente crítico. Bom, foi uma descoberta para mim…

Se não podemos nem deixar de pensar nem mudar a natureza crítica de nossos pensamentos, creio, então, que o desafio é deixar de levar a sério o que pensamos, como às vezes podemos fazer com as más notícias que difundem os meios, porque sabemos que são somente um recorte arbitrário da realidade.

São unicamente seus pensamentos, os que lhe causam dor.

Um Curso em Milagres, Lição 190

E se o tema é “os pensamentos”, os seguintes vídeos parecem muito apropriados já que seus títulos poderiam ser traduzidos como “Pensando em você” e “O trem dos pensamentos”. Mas, ambos tratam, na realidade, sobre o amor e de encontros e desencontros. Um deles tem um final inesperado e desconcertante. Cada vez que o vejo lamento um pouco que não tenha esse “final feliz” que eu teria preferido. Mas isto é assim simplesmente porque em vez de aproveitar o que há (que é muito e que é muito bom) meus loucos pensamentos insistem, como parece que o farão sempre, em tratar de me fazer crer que as coisas deveriam ser de outra maneira…

Axel Piskulic

Tradução de Ana Lúcia de Melo
Curta-metragem “Thought of You” (Pensando em você).
Curta-metragem “Train of Thought” (O trem dos pensamentos).
Compartilhar este artigo no Google +

Se você gostou deste artigo, por favor...

Não se vá sem compartilhá-lo no Facebook, Twitter ou Google+

Não se vá sem deixar seu comentário

Não se vá sem se inscrever grátis por e-mail... Obrigado!

line