Ame-se

Querer-nos nos faz bem, nos faz felizes. E é o melhor presente que podemos oferecer aos outros...

separador

O seguinte texto foi escrito por Facundo Cabral:

Você não está deprimido, está distraído, distraído da vida que o povoa. Distraído da vida que o rodeia: golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios. Não caia no que o seu irmão caiu, que sofre por ser um ser humano quando no mundo há 5.600 milhões.

Facundo Cabral

Além do mais, não é tão ruim viver sozinho. Eu me sinto bem, decidindo a cada instante o que quero fazer, e graças à solidão me conheço, algo fundamental para viver.

Não caia no que caiu o seu pai, que se sente velho porque tem 70 anos, esquecendo que Moisés dirigia o êxodo aos 80 anos e Rubistein interpretava como ninguém Chopin aos 90. Só para citar dois casos conhecidos.

Você não está deprimido, está distraído, por isso acredita que perdeu algo, o que é impossível, porque tudo lhe foi dado. Você não fez nem um só cabelo da sua cabeça, portanto, você não pode ser dono de nada. Ademais, a vida não lhe tira coisas, ela o libera de coisas. Ela o alivia para que você voe mais alto, para que alcance a plenitude. Do berço ao túmulo é uma escola, por isso o que você chama de problemas são lições.

Você não perdeu ninguém, quem morreu simplesmente, se adiantou, porque para lá vamos todos. Ademais, o melhor dele, o amor, continua no seu coração. Quem poderia dizer que Jesus está morto? Não há morte: há mudança. E do outro lado o espera gente maravilhosa: Gandhi, Michelangelo, Whitman, Santo Agostinho, a Madre Teresa, sua avó, e minha mãe, que acreditava que a pobreza está mais perto do amor, porque o dinheiro nos distrai com muitas coisas, e nos distancia porque nos faz desconfiados.

Faça só o que você ama e será feliz, e quem faz o que ama, está benditamente condenado ao êxito, que chegará quando tiver que chegar, porque o que deve ser será, e chegará naturalmente. Não faça nada por obrigação nem por compromisso, mas sim por amor. Então haverá plenitude, e nessa plenitude tudo é possível. E sem esforço porque lhe move a força natural da vida, a que me levantou quando caiu o avião com minha mulher e minha filha; a que me manteve vivo quando os médicos me diagnosticavam 3 ou 4 meses de vida.

Deus lhe colocou um ser humano como encargo, e é você mesmo. Você mesmo deve se fazer livre e feliz, depois poderá compartilhar a vida verdadeira com os outros.

Recorde Jesus: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Reconcilie-se com você, coloque-se diante do espelho e pense que essa criatura que está vendo é obra de Deus; e decida agora mesmo ser feliz porque a felicidade é uma aquisição.

Além do mais, a felicidade não é um direito, mas sim um dever, porque se você não é feliz, está amargando todos os que o amam. Um só homem, que não teve nem talento nem valor para viver, mandou matar seis milhões de irmãos judeus.

Há tantas coisas para desfrutar e nossa passagem pela terra é tão curta, que sofrer é uma perda de tempo. Temos para desfrutar a neve do inverno e as flores da primavera, o chocolate da Perúsia, a baguete francesa, os tacos mexicanos, o vinho chileno, os mares e os rios, o futebol dos brasileiros, As Mil e Uma Noites, a Divina Comédia, o Dom Quixote, o Pedro Páramo, os boleros de Manzanero e as poesias de Whitman, Mahler, Mozart, Chopin, Bethoven, Caravaggio, Rembrant, Velásquez, Picasso e Tamayo entre tantas maravilhas.

E se você tem câncer ou aids, podem acontecer duas coisas e as duas são boas; se a doença ganha, o libera do corpo que é tão incômodo: tenho fome, tenho frio, tenho sono, tenho vontade, tenho razão, tenho dúvidas… E se você ganhar será humilde, mais agradecido, portanto, facilmente feliz. Livre do tremendo peso da culpa, da responsabilidade, e da vaidade, disposto a viver cada instante profundamente, como deve ser.

Uma menina de sorriso

Você não está deprimido, está desocupado. Ajude a criança que lhe necessita, essa criança será sócia do seu filho. Ajude os velhos, e os jovens o ajudarão quando você velho for. Ademais, o serviço é uma felicidade segura, como desfrutar da natureza e cuidá-la para quem virá. Dê sem medida e lhe darão sem medida.

Ame até se converter no amado, mas ainda até se converter no mesmíssimo amor. E que não lhe confundam uns poucos homicidas e suicidas, o bem é maioria, mas não se percebe porque é silencioso, uma bomba faz mais ruído que uma carícia, mas por cada bomba há milhões de carícias que alimentam a vida.

Facundo Cabral

Tradução de Ana Lúcia de Melo

Para escutá-lo, em espanhol, na voz do próprio Facundo Cabral:

(Clique no botão “play”)

Seta para indicar onde clicar
Compartilhar este artigo no Google +

Se você gostou deste artigo, por favor...

Não se vá sem compartilhá-lo no Facebook, Twitter ou Google+

Não se vá sem deixar seu comentário

Não se vá sem se inscrever grátis por e-mail... Obrigado!

  1. Francine Melchior disse:

    Simplesmente profundo!

    Das coisas que nos fazer amar a vida.

line